Hoje eu vou pra ingazeira
Pras festas da padroeira
Vou cair na brincadeira
Quero ver subir poeira
Virgem nossa que forró
É tão bom que não tem fim
Todo mundo a noite inteira
Na base do Xiquindim

É Xiquindim, é Xiquindim, é Xiquindim
É Xiquindim, é Xiquindim, é Xiquindim

Cana boa no balcão
Tira gosto no espeto
Todo mundo animado
Balançando o esqueleto
A sanfona repicando
Um forró de nota só
A morena requebrando
Na cintura dando um nó