Coração de pedra bruta,
Escondido na floresta.
Encrustado numa gruta.
Que nem prá rolar mas presta.
Na parede do meu peito
Colocou seu peso prá me torturar.
Coração pobre selvagem,
Eu não tenho base prá te sustentar.
Coração selvagem
Frio personagem,
Irracional.
Dentro do meu corpo,
Vive semi-morto
Artificial.
Coração matuto,
Um rochedo bruto
Que jamais cedeu.
Um amor desfeito
Te pegou de jeito,
E desta vez doeu!
Se voce me obedecesse,
Sairia do abandono.
Ergueria uma muralha,
Para proteger seu dono.
Outro homem eu seria
Voce me daria uma vida calma.
Voce não tem sentimento,
Porque pedra bruta
Nunca teve alma!

Vídeo incorreto?