Quando eu cantar meu forró
Eu quero ver a mulherada levantar o pó
Se eu canto xote ou baião
Eu quero ver a mulherada entregar o coração

Canto sanfona sentida
Canto saudade da boa
Quem é do mar não enjoa
Quem sabe de seca e sertão
A volta da asa branca
Ecoa no meu pensamento
Baião é coisa da gente
São batidas do meu coração

São lembranças de um beijo
De volta pro meu aconhego
Xote das meninas e xamego
Já cantou o rei do baião
Eu só quero um xodó
Numa sala de reboco
Desse jeito eu fico louco
Pra voltar logo pro meu sertão

Vídeo incorreto?