Preste atenção meus senhores
Que agora vou lhes contar
Sejam piões ou doutores
Não saiam sem me escutar
Pois o que eu falo interessa
Ao matuto e aos vitalino
Porque meu enredo versa
Sobre as coisas do destino

Nasci rico, tive privilegios
Fui criança abastada
Estudei em mossoré
Não faltava mesmo nada
A infância uma maravilha
Tudo docê como o mel
Mas uma briga em familia
Tornou num inferno o céu

Separou-se mãe e pai
Começou tudo a rodar
Na hora do com quem vai
No internato fui parar
Dizem que o mundo ensina
Além do bem e do mal
E dando a volta por cima
Não virei um marginal
E dando a volta por cima
Não virei um marginal

Mas quanto aos outros coitados
Não souberam reagir
Com pressão de todo lado
Dificil de se conduzir
Por isso agora e aqui
Quero deixar meu recado
Casais já por quando virem
Procurem ser bem ajustados
Pra não fazerem de vitmas
Aqueles que não são culpados

Vídeo incorreto?