Fica tranqüilo amigo
O que tiver de ser será
Procure o seu caminho
Aprenda a lutar

Fica tranqüilo amigo
As coisas vão se acalmar
Cuide do seu destino
Que o amor vingará

Tira a paranóia da sua vida
Está na hora de curar essa ferida
Não desista de tentar
O consolo que a mentira lhe traz

Faz-se correto aos olhos daquele bom rapaz
Que não seu amigo

A tranqüilidade não bateu a sua porta
Pois o mundo é carrasco com você
A vida te dá um tombo, mas você bocó nem nota

Que o humilhado, as vezes, aparece na tela desta TV.