Eu não me fiz perceber
Nem quis ser ouvido
Tendo escondido
Quem sonhei ser
Sempre a contradizer
Procurei abrigo
Dentro do umbigo
Ate me perder

Me vejo num milhão de feridas
Que não vão cicatrizar
E sei que tantas chances irei desperdiçar
Por ter medo de mudar

Eu sou o meu pior inimigo
Luto e só consigo me desconcertar, me desconcertar
Olhar pra trás se torna um castigo
Luto e só consigo me desconcertar, me desconcertar

Eu não tentei convencer
Me senti vencido
Sendo preterido
Por quem sonhou ser
E se eu tivesse o poder
De voltar um dia
Tudo igual faria
Ate me perder

Me vejo em bordões tão antigos
Quem não param de tocar
E sei que tantas vezes irei me condenar
Por ter medo de errar

Eu sou o meu pior inimigo
Luto e só consigo me desconcertar, me desconcertar
Olhar pra trás se torna um castigo
Luto e só consigo me desconcertar, me desconcertar

Vídeo incorreto?