Meus Amigos (Mathias Pavelak)

Brow, brow, meu brother, meu irmão
Vejo as coisas de um modo diferente mas não esquente
Cada um com seu jeito, e seu modo de pensar
Se tu é meu bro de verdade, não tenta me mudar
Quem não ouve, não ouve, escuta o que os outros tem
a lhe dizer, a lhe falar
a lhe dizer, a lhe falar
Aonde vou, como vou, como vai, aonde vai
Não para de perguntar, porque te aguentar
Eu fico aqui curtindo um som sozinho
Pensando no que eu fiz, no que eu deixei de fazer
Sem saber porque de fazer drama
Se eu não tenho drama de verdade
certo, errado, ridículo, absurdo
São palavras com defeito, sem efeito
Mas o que interessa se tudo mesmo já está feito

Se liga então, meu irmão
Você é só mais um, não é novidade não

Ir pra longe de terra, do sol e do mar
Falar de amor, canção, paixão, sei lá
Essa música é repetida, que frase mais batida
Para de falar merda e cuida da sua vida

Aonde vou, como vou, como vai, aonde vai
Não para de perguntar, porque te aguentar
Meu irmão

Vídeo incorreto?