Plaina Maravalha
É devoradora de homens
Um anjo, um azougue
E "todo anjo é terrível"
Não vê vantagem em receber flores
Pois flores mortas não deliram

Plaina Maravalha
Conheceu Mário numa festa
Dançaram e beberam: - Mário, tu é muito interessante!
E Mário era o cara mais feliz naquele instante

Mas, depois que acordou, Mário não viu ninguém e não achou nenhum bilhete
Plaina Maravalha quando come alguém
Não quer saber de nada só saliva de tarada
Mário lembrou de toda a conversa,
Eles pensavam parecido e por que não ter algo sério?!
Mas Plaina Maravalha é só desejo e só ter fé na carne é sua vida de mistério!

Plaina Maravalha
Só tem fé na carne
E é pior que Theda Bara
Plaina Maravalha
Por mais corpos que consuma nunca finda sua tara!
Plaina Maravalha!

Plaina Maravalha
É devoradora de homens
Um anjo, um azougue
E "todo anjo é terrível"
Não se excita com chocolate
Pois ela jura que dá tontura

Plaina Maravalha
Conheceu dante numa festa
Dançaram e beberam: - Dante, tu é muito interessante!
E Dante não sabia o que fazer naquele instante

Daí, depois que acordou, Dante não viu ninguém e foi ler coisas do Tchekhov
Plaina Maravalha quando come alguém não quer saber de nada, só saliva de tarada
Dante lembrou de toda a conversa
Eles não tinham nada a ver e viu na página em que lia:
"Um cão faminto só tem fé na carne"
E lembrou daquela moça que só lambe, morde e arde

Plaina Maravalha
Só tem fé na carne
E é pior que Theda Bara
Plaina Maravalha
Por mais corpos que consuma
Nunca finda sua tara
Plaina Maravalha!

- Beto, tu é muito interessante!

Vídeo incorreto?