Vejo os passarinhosNa alvorada a cantar
Despreocupados vivem sempre a voar

Eles não semeiam nem fazem celeiros
Mas o pai celeste todo seu sustento dá

Sei que a minha vida vale mais que um pardal
E o pai celeste de mim cuida sem igual

Nele amparada vivo pela fé
Pois o meu sustento sei que ele proverá


Pois o Senhor é o mewu pastor
e nada me faltará.

Vídeo incorreto?