Oh! Clareza da manhã
Chega toda devagar
Feita de muitos azuis
Solta em gotas no ar
Molhando as coisas de luz
Tudo nasce na manhã
A cidade vai cantar
Nesse azul de muita cor
Acordei pra te esperar
Novo para o meu amor
Mas que noite é esta manhã
Em que a noite vai morrer
E o azul que vem no ar
Vem mais água apagar
Que um novo dia trazer
Fim de noite esta manhã
Muito mais que amanhecer
As estrelas vão sumir
Vou deitar para não dormir
E você vai me esquecer
Fim de noite está manhã
Muito mais que amanhecer.


OBS.: Canção composta por
Caetano Veloso especialmente
para o elepê Vanusa 30 anos - 1977.

Vídeo incorreto?