Hoje já não posso fazer mais nada
A não ser ficar rindo sozinha
E ficar me divertindo muito
comigo mesma

Meu lado mau só está levando vantagem
Porque meu lado bom é tímido demais
Mas não há pressa
Porque a velha natureza
Tem sempre a última palavra
Em qualquer transação

Eu posso não ser das mais bacanas
É claro, eu já não tenho dezoito anos
E eu fico jogando sozinha
Procurando palavras
Olhando seu retrato na parede

Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu!

Nessa cidade todo mundo diz
bom dia quando a noite chega
E ninguém é o que acredita que é

Já não crescem mais roseiras na cidade
Como antigamente
Metade do povo tem medo da verdade
E a outra metade tem medo da mentira
Feitas as contas
Nessa cidade
Todo mundo tem medo
E não sabe de que

Mas eu sei
Eu sei andar pela rua
E sei ficar te esperando
Ou ir correndo te buscar
Pra não ficar mais
sozinha jogando
Procurando palavras
Olhando seu retrato na parede

Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu, por cima do meu
Por cima do meu!

Vídeo incorreto?