Minha vanera campeira te levo por onde for
Tu serás sempre a parceira do gaiteiro cantador

É nos fandangos, nos rodeios e nas carreiras
Em qualquer festa campeira você sempre está no meio
Fala a verdade porque sei que não é feio
Vanerita do pé quente
Alegra qualquer ambiente cada vez que te floreio.

No fim de baile na hora da saideira
Eu grito dessa maneira essa é a rapa do tacho
No teu embalo a indiada acende o facho
Minha xucresa pampeana
Tocada na gaita piana, na gaitinha de oito baixo.

Quando perguntam eu respondo sem receio
De onde é que você veio pra alegrar todo mundo
Não é da terra que veio Pedro Raimundo
É gaúcha de verdade
Veio lá de Soledade vizinha de passo Fundo.

Vídeo incorreto?