Triste e só era a minha vida,
Cheia de aflição.
Nada, além, duma paz perdida,
Dor e desilusão.

Fraco e pobre, a Deus, me entreguei
E, em seus braços, descanso achei.
Pois n'Ele encontro real amor, real amor
E vida em que não há dor.
Vida em que não há dor.

Hoje Cristo vive ao meu lado
Dos caminhos meus.
Passo sou amparado pela mão de Deus.
E, então, quando o fim chegar a meu Cristo , vou me entregar.
Pra me levar ao seu lar de amor.
A terra onde não há dor.
Terra onde não há dor.

Vídeo incorreto?