Perifavelaa, (periferia, fa-fa-favela)

[Negro Carlos]
Primeiramente o tema é perifavela
Com conteúdo centrado conceituado na quebra
Aumente o som, reúne a galera, que o bicho vai pegar
Quer dizer, só um minutinho, deixa eu me apresentar
Sou Negro Carlos, Versículo do Rap é o som que rola
Periferia, favela protagonizou essa história
É sigla de maioria por todo o Brasil
MG, SP, Rio de Janeiro, Fuzil
Eu te convido, chega pra cá, vem fazer parte dessa viagem
Somente escrevo na letra, é minha idéia, pura verdade
É gente humilde e carente, muitas pessoas desinformadas
Mas graças a Deus, o rap está aqui, chegou, é a nossa mensagem.

REFRÃO

[ Biduí ]
Legião Urbana de baixa qualidade, vida
maioria, morros, áreas invadidas
dos bairros periféricos, carente de infra-estrutura
saneamento tardio, a lama desce a rua
Terra entra em canto, lei, código de honra
crime, tráfico de drogas, polícia invadindo a goma
primeiro Rio de Janeiro, por último vem Belém
estrutural expansão, em torno do sul também tem
complexo, corrupção, relevo alto e baixo
tecidos negros, brancos, todos ali guardados
sou Biduí aí nego, Deus esteja com você
Perifavela, imagino a paz aqui prevalecer

REFRÃO

[ Guega ]
é morro, beco, viela, favela
quadras, quarteirões, diversificam as quebras
um salve pros maladro que vivem nela
diariamente sobrevivem nesse clima de guerra
é mais ou menos isso aí que eu vim falar
é VDR, que chega pra somar
muito prazer maluco, mano guega sou eu
e alerto na quebra, tem que ter fé em Deus
uns caras de boa, outros loucos lombrados
só quem tá aqui, vou mandar meu abraço
demorou ladrão, mas é nós novamente,
periferia, favela, é sangue nosso, é da gente.

REFRÃO

Vídeo incorreto?