Pour les miens (tradução)


Tudo começa hoje
Eu viro uma página da minha vida
Se eu penso, eu existo então eu escrevo
Não deixo fazer
Ainda tenho um pedaço
A hora está as estrelas brilhantes
Se estivesse cansada dirias que elas são engraçadas
Para um pouco de glória alguns estão dispostos a dar o céu e o pai
Mas quem são esses 'caras' que vendem as suas porcarias ao montes?
Mas quem são esse 'caras' que por dinheiro se calam?
Se rebaixam, se vende, se calam, eu recuso a fazer, me recuso a fazer parte disso

Refrão
Lesado a minha sorte
Escrevo para denunciar o que não está certo
Dos que reinam, todo o mundo e mais que uma industria
Quero deixar o melhor, escrevo e não tenho medo
Pois se aguento é para os meus, é para os meus

E há aqueles, que acreditam e morrem por isso
Que vivem para e por isso
Que fazem como eu, aguentando de dia
Escrevendo à noite para aliviar
E você esta aí, ocupas o lugar de quem não está
Dóceis mesmo como tu
Atirados pelo dinheiro em baixo
Toma cuidado, vais cair
Olha para mim, honra e paixão você não sabes
Os teus valores encontram-se mais em baixo sim
Toma cuidado a muito te baixares, vais cair

Refrão (2X)

Break

Refrão