Olhando o céu, o imenso azul, vindas do sul
Vejo passando, peregrinas nuvens flutuantes
A brincar talvez, vindas de além, a beira mar
Vejo chegar, ondas quebrando,
E num véu de espumas cintilantes,
Vem beijar-me os pés

O tempo, a terra, o mar e os céus...
Aos poucos passarão,
Mas as palavras do senhor, jamais se apagarão...

E olhando o céu, de algum lugar,
Fico a pensar, naquele dia, quando sobre nuvens flutuantes...
Meu jesus voltar

Vídeo incorreto?