Menina da liberdade
Que intimidade é essa?
Tu me olhas com maldade
Com este olhar de perversa

Tu me enches de vontade
Depois muda de conversa
Tenha dó por caridade
Que eu já tenho idade à beça

Tenha dó de mim
Não requebre assim
Não maltrate assim, por favor!
Não mexa tanto com essa saia de cetim
Que eu acabo requebrando
Juro pelo Senhor do Bonfim!

Não me encendeia com a luz do teu olhar
Pela chama das candeias
Pelas águas de Oxalá!

Vídeo incorreto?