Eu sou o câncer que você não consegue ver
Eu sou nascido parecido igual a você
Pois eu nasci do outro lado sem saber nadar
Me afogaria se você não viesse me salvar
Eu me grudei como super bonder no seu coração
E pedindo que batesse por alguém normal
Vamos vivendo e morrendo dia a dia assim
Nos machucando como se fosse natural

(câncer, câncer)

E com a noite na cabeça caminho por aí
Me afastando mas acostumado com a própria dor em si
Se ela me visse desse jeito eu vou me atrasar
Então eu disse já é hora de me deixar
E a dor foi cambaleando por aí
E o que senti eu nem sabia existir
Agora o mundo com os meus braços a te abraçar
Depois de cada um deles atrofiar

(câncer, câncer)

Eu sou o câncer que você não consegue ver
Eu sou o câncer que você não consegue ver
Você é o câncer que eu não consigo ver
Somos o câncer que ninguém consegue ver

Vídeo incorreto?