E passa o tempo

Passa certo 
um passageiro

Passa quieto 
nessa estrada costurando
A noite clara se afogando
Pra quem dissera

Que era mago

Um raizeiro de mau olhado
Aos passos largos para o alívio
Tecido em rarefeito fio

Fia, fia até fiar
Um outro dia diará
Para ganhar das mãos Deus

Um dia novo que será teu

Em outra afã
Outro divã
, vai costurar outra manhã
Que eu irá pedir pra Deus

Desse que desse, tece palafita
De João Congo 
e de Maria Bonita

Vídeo incorreto?