Traje de couro
Bebedices, nessa farra todo mundo é louco
O Dodger Charger na garagem
Paga geral nessa vida de maloqueragem

Em terra de cegos, quem tem olho é rei
Ter cegos em terra à vista agora virou lei
Sopra maresia
Na palha do seu cigarro, pede anestesia

Suba o mais alto que você puder
Na escada do teu mundo e veja se dá pé
Para visualizar o outro lado
Sai desse jogo de dados

Como mil notas de cruzado
Em dias de real
Falar que o mar vermelho
É o espaço sideral

É ladainha, pura ladainha
Então da linha nessa ladainha
Não é coisa minha

É tipo assim eu não falo de brincadeira
A vida passa como em oceano o grão de areia
É tipo assim eu não falo de coisa alheia
Everything talk about a biggest idea

Vídeo incorreto?