Foi no carnaval nove meses atrás
Que tudo aconteceu
Estava eu o Netinho o Barone e o Wostinho
Um entre e sai eletrizante um bota e tira sem parar
A orgia só aumentava só gemidos de prazer
Vai e vem uma delicia
Uma hora era eu outra você

E agora a criança nasceu
Com a cara de todo mundo

É um tiquinho de cada um
É um pouquinho de cada um
É um tiquinho de cada um
É um tico de cada um

Rapaziada quer DNA
O bixo pegou de quem é o menino
Não sei se é meu não sei se é seu
Agora é que deu parece comigo
Rapaziada quer DNA
O bixo pegou de quem é o menino
Não sei se é meu não sei se é seu
Parece com tigo