Ontem nos éramos bebês
Hoje conseguimos nossa grana
Podemos sair as 6:00
E jamais chegar a 1:00

Nos permitem trabalhar
E nunca sair a noite
Pedem que nao use drogas
Mas sao todos viciados

Eles dizem: cuidado!
Não falem com estranhos
Não desvie seu caminho
Mas sao todos lobos-maus

Pedem pra olhar a frente
Proibem -nos de sonhar
Nos dão um par de asas
E não podemos voar

Somos presos a correntes
E cintos de castidades
Nos privam do direito
Da nossa própria liberdade