Eu gosto tanto de tu e tu de mim um farelim de nada
Eu quero tanto bem a tu e tu não pisa na minha calçada
O que é que eu vou fazer? quero um pedaço de felicidade
Mais um tiquinho de tua amizade
É só o que me resta pra eu ser feliz
Se adoro xote, tua alpercata só dança bolero
Se o meu lero-lero, cheio de ô-xente não te encanta mais
Se uso chita e tu prefere paletó de linho
Se pelo meu caminho tu arrodeia e passa por trás
Se quando eu canto pras tuas oiça eu sou um cabra mudo
Pra mim tu és um farelim de tudo é só o que me falta pra eu ser feliz
Na tua orquestra eu não consigo ler a partitura
Tua pedra é dura e minha água mole não tem jeito de furar
Tu és o grito e eu sou cabrito desses que não berra
Tu és um pé de guerra, eu sou um lenço branco pra te acenar
És onça braba, sou bicho manso, passarim miúdo
Pra mim tu és um farelim de tudo é só o que me falta pra eu ser feliz
Se dou um cheiro tu me devolve zero de afeto
Meu caminho é reto nas tuas curvas não posso passar
Sois do azul e eu sou do partido encarnado
Tu fecha o cadeado, sou porta escancarada a te esperar
Tu não me quer, mas mesmo assim de ti eu não desgrudo
Pra mim tu és um farelim de tudo é só o que me falta pra eu ser feliz
Eu gosto tanto de tu ...

Vídeo incorreto?