Seu sanfoneiro, muito obrigado
O meu verso cantado é pra lhe agradecer
Por esse xote marcolinizado e o baião gonzagueado
Que só tu sabe fazer
Com a sanfona 'garrada no peito
Sustenidos satisfeitos puxados do coração
Bemóis saídos de dedos malinos
Verdadeiros bailarinos do balé do meu sertão
Santo zé, meu padroeiro, protegei o sanfoneiro
Dai-lhe festa o ano inteiro, rogai por ele e por nós
Valei-me, nosso senhor, olhai pr'esse tocador
Que só toca o amor, guardai os nossos forrós
E cada nota, cada acorde que tu toca
Toca fundo a alma de quem ouve esse teu tocar
E cada nota, cada acorde que tu toca
Toca a alma de quem ouve esse teu tocar

Vídeo incorreto?