Meu peito se enfeitou, bandeirolas, balão
Hoje eu boto fé, vai ter arrasta-pé no meu coração
O céu se estrelou, pérolas de algodão
Pra festa verdadeira, alegria primeira aqui do meu sertão
Dentro de mim uma fogueira acesa
É a beleza do amor, é a fulô que se abriu
Dança, mansa, lança-me o teu olhar
Sinta como vale a pena viver
Sempre é tempo de se amar
Venha, tenha a lenha da minha emoção
Vamos festejar a vida e o amor
Num terreiro de são joão

Vídeo incorreto?