Meu amor
Pode o tempo parar
Que o meu coração
Só irá parar
Se voçê disser adeus

Ai meu deus
Todo o verde da plantação
Que eu cultivo no meu coração
Vai secar e se perder

Vai murchar
Cada flor
Cada grão de amor
Restará só raiz de dor
Entranhada no solo da solidão

Vou ficar esperando
O inverno à dois
De rostinho colado pois
Inda resta o denguinho da minha aflição

Eu vou ficar chamando chuva
Clamando a deus por um trovão
Clamando a deus que caia chuva
Prá aguar meu coração

Vídeo incorreto?