De pedaços em pedaços
Já se refez o meu peito
Nem que eu queira já não posso
Mais mudar o que está feito

Chega de viver de sonhos e de fantasias
Vou andar de pés no chão
E de lado a lado com a alegria
E não dar explicacão

Agora vem ,
Com a desculpa que não me esqueceu,
Mas a razão é mais forte do que eu.