Que vida malvada
Eita vida de louco
Bicho mulher não acaba
E eu vou morrendo aos pouco

Meu patrão me dispensou
Minha mulher foi embora
Meu carro o banco tomou
Essa noite eu durmo fora
Minha vida ta uma merda
Não sei mais o que fazer
Vou chamar o meu colega
Vamos pro boteco beber

Os filhos á vò vai cuidar
Eu não tenho condição
Á lei tentou mi ferrar
Por eu não pagar pensão
A cunhada engravidou
Chegou dar um calafrio
Olha só como eu estou
Não sou pai eu sou só til

Á loja da minha cunhada
Ta precisando de um sócio
Ela chegou acanhada
Mi ofereceu seu negócio
Agarrei de unha e dente
Outra chance não aparece
O negócio dela é quente
E o papai aqui agradece

Vídeo incorreto?