Acordo pela manhã e nada é igual
a luz da lua sob meus olhos
meus olhos sob a luz da lua

de repente começa a chover e parece não ter fim
chove memórias que não se vão
enquanto eu não puder dormir

É o que não quero ver
é porque estou sem você

Ah, eu não posso mais
eu não suporto, eu me odeio
por não esquecer, que amo você
eu não posso mais

Pra mim já é o bastante andar pelos trilhos
caminho esse que não
me levará para lugar nenhum

Me lembro dos dias de sol correndo pelo campo
que agora apenas guardada
pela minha mente borrada

Eu não quero ver
eu tento esconder

Ah, eu não posso mais
eu não suporto, eu me odeio
por não esquecer, que amo você
eu não posso mais

Ah, eu não posso mais
eu não suporto, eu me odeio
por não esquecer, que amo você
eu não posso mais

Vídeo incorreto?