Cateretê

Saudade quanta saudade ainda sinto do nosso amor
Saudade dos beijos ardentes que ainda quente guardo o sabor
Saudade de um passado que apagado nunca será
Saudade me faz sofrer lembrando o prazer que não voltará.

Amor doce ilusão
Dei de coração todo meu amor
Amor sei que tu reclama
Sei que ainda ama este cantador.

Quisera enxugar o teu pranto, amar-te tanto, pobre de mim;
Mais a sorte foi traçada, foste a culpada, quiseste assim.
De ti vou me retirar, deixar de te amar isso nunca penses:
Pra te ajudar me despeço, vou sem regresso, adeus para sempre.

Amor sejas bem feliz
A sorte não quis que eu te desse abrigo
Amor se mim lembrar
Tu podes voltar pra esse peito amigo.

Vídeo incorreto?