Eu era um cara normal do cotidiano brasileiro
Podia seguir várias profissões
Mas eu não quis ser pedreiro

Então parti pra Alemanha
Pruma vida mais tranquila
Tomando chopp, vódica e tequila

Mas daí um bichinho
Na minha cueca entro
E a minha vida
Num inferno se torno

Tô com pulga na cueca meu bem
Tô com pulga na cueca meu bem

Tô com pulga na cueca meu bem
Tô com pulga na cueca meu bem

Vídeo incorreto?