Brincamos aos telefones de cordel
A ser a sério, fingir não te ver
A voz que atende agora é sempre igual
Deixa mensagem que eu não posso atender

Não sei se deste atençao aos meus recados
Ou se caiste nos braços de morpheu
Agora só pra mal dos meus pecados
Mandei ligar um aparelho igual ao teu

Liguei-te com vontade de falar
Na voz perdi o brilho e o rigor
Ninguem consegue por o coração
No conta rotações de um gravador

As nossas linhas devem andar cruzadas
Nem eu me entrego nem tu te comprometes
Se a gente vê que não vai dar em nada
Ponto final e trocam-se as cassetes

Perdi-te o rasto na curva da memória
Caiu a linha, caiu a ligação
Fiquei sem trocos, é o fim desta história
Mas deixa lá, é só uma gravação

Liguei-te com vontade de falar
Na voz perdi o brilho e o rigor
Ninguem consegue por o coração
No conta rotações de um gravador

Vídeo incorreto?