Quão amáveis são os Teus tabernáculos
Senhor dos Exércitos!
Minh'alma suspira e desfalece
Pelos átrios do Senhor

O pardal encontrou a casa
E a andorinha ninho para si
Onde acolha seus filhotes
E eu Teus altares,
Senhor dos Exércitos!

Rei meu e Deus meu,
Rei meu e Deus meu!

Bem-aventurado, Senhor,
Os que habitam em Tua casa:
Louvam-te perpetuamente,
Rei meu e Deus meu!

Vídeo incorreto?