Deixa-me estar


Deixa-me estar em sua alma
Deixa-me entrar em sua vida
Deixa-me estar nas coisas boas e más que tem seu mundo.
Deixa-me que te acompanhe ao melhor a desafogar essa pena no coração
e que o nó na sua garganta se vá de manhã

Deixa-me entrar em suas duvidas E que joguem com as minhas
Deixa-me entrar em suas sombras Que se constroem com as minhas
Deixa-me que te diga em solidão Eu morro quando te vejo chorar
E que se sua alma está triste Muito triste está a minha
Queria que você leve de minha vida
O melhor a brisa que te acaricia essa eu guardo

Deixa-me ser a voz que grita Quando os traidores chamam
Deixa-me estar a sua orla Ser a cadeira que te agüenta
Deixa-me ser seu sorriso Quando olha a que brilha
Deixa-me ser, deixa-me estar, deixa-me entrar

Deixa-me entrar em seu medo
Deixa-me ser sua confiança
Deixa-me ser a balança que equilibra suas angustias
Deixa-me ser sua proteção frente ao mar
Deixa-me ser a tristeza que se vai
Deixa-me ser a alegria que põe luz em sua vida
Queria que você leve de minha vida
O melhor a brisa que te acaricia essa eu guardo

Deixa-me ser a voz que grita Quando os traidores chamam
Deixa-me estar a sua orla Ser a cadeira que te agüenta
Deixa-me ser seu sorriso Quando olha a que brilha
Deixa-me ser, deixa-me estar, deixa-me entrar

Ainda que mudem os tempoe e percam tempo eu seguirei pensando igual
porque sonho que um dia tua vida e a minha se encontrem em algum lugar
sentir que o amor que tenho por dentro é forte e de verdade

(Rap) isto é para a gente que diz que sente e mente
E nunca está presente, mas não se conta que o mundo dá voltas
E gira que gira, mas sem olha atrás
Mas mudam os tempos e perdem o tempo eu seguirei pensando igual
E mas eu sei primeiro muito bem o que quero e perde o caminho vou vivê-lo
Mas não se dão conta, mas não se lamentam, mas o mundo dá voltas

Deixa-me ser a voz que grita Quando os traidores chamam
Deixa-me estar a sua orla Ser a cadeira que te agüenta
Deixa-me ser seu sorriso Quando olha a que brilha
Deixa-me ser, deixa-me estar, deixa-me entrar

Ainda que não se de conta, ainda que o munda de voltas, ainda que nao se lamentem

Deixa-me ser seu sorriso Quando olha a que brilha
Deixa-me ser, deixa-me estar, deixa-me entrar