Mãos calejadas pelo trabalho
Mãos que enfrentam duras tarefas
Mãos que enterram o arado no chão
E espalham boa semente na terra
Mãos que protegem aves e plantas
Mãos que conservem os rios também
Mãos que orientam cada criança
Mãos sempre abertas fazendo o bem

Mãos que transmitem fé e coragem
Numa mensagem sempre feliz
Mãos que hasteiam brancas bandeiras
Juntas fronteiras de cada país

Deus abençoe as mãos do operário
E amenize seus calos de dor
Deus abençoe as mãos das lavadeiras
Das enfermeiras, do lavrador
Deus abençoe as mãos do padeiro
Dos professores, do agricultor
Deus abençoe as mãos do carteiro
As mãos do pedreiro, as mãos do doutor

Deus abençoe as mãos que se abrem
Num santo gesto de dedicação
Que estendem água a quem tem sede
E ao que tem fome estendem pão

Deus abençoe todas as mãos
Que estendidas doam amor
Levando forças para o que morre
E que socorrem o sofredor
Mãos que constroem vidas e pontes
Templos, escolas e hospitais
Mãos que apontam águas na fonte
E levam rebanhos aos mananciais

Deus abençoe as mãos levantadas
Unificadas nos sonhos seus
Erguendo juntas a chama sagrada
Entrelaçadas diante de Deus

Vídeo incorreto?