Um menino ajoelha-se beira de um riacho
A lama emudece o seu joelhos
A água borbulhante refresca a sua mão
Se quisesse poderias examinar seus belos traços
Seus cabelos ao vento cor de cobre
Seus olhos estão cheio de graça e unção

Entretanto ele não procura pelo seu reflexo
Mais por uma pedra que se acomode
Um ao ford, uma funda que é arma de um pastor
Como a força de um cometa pode matar um leão
Ele sai em leso sem nenhum arranhão
Porque ele vai contra o gigante em nome do senhor

Hoje se repete essa mesma história
Você acha impossível ter vitória
Porque o gigante ainda esta de pé
Querendo tímida a sua fé
Ele te afronta ele te humilha
Quer ver destruida a sua familia
Se ajoelha no riacho da oração
E Deus vai te mostrar a pedra da unção

Entra na batalha aceite o desafio
Chegar de afronta não fique a rendiu
Você vai superar hoje é o dia
Glórifica derrubando golias

Glorifica derrubando golias
Glórifica

Vídeo incorreto?