Eu vou contar uma historia tão bunita
Mas no cumeço é feia pra incardi
Cortando cana e comendo carne seca
No asseiro da fazenda era a vida que eu vivi
Eu só ganhava vinte réis por cada feicho
Para comprar minha farinha e feijão
E não sobrava nem dinheiro para festa
Eu ganhava mais lavando o cavalo do patrão
Batia o sol e eu pensava em mudar
Mudar de vida pra puder me aprumar
E todo dia eu cantava todo dia eu gritava
Sevirino você tem que se aprumar home

E o pastor Mane um dia apareceu
Foi pra casa do seu Belo pra prega
Disse que Deus é muito bom
Que você sofra num quer não
Sivirino você tem que se aprumar home
Peguei meu pife fui para igreja
Pra cumeça eu não sabia nem tocar
Mas dirrepente eu conheci a lei do crente
Diz Sivirino você vai se aprumar
Batia o sol e eu falava com meu Deuso
Eu nunca vi a minha vida boa assim
Com carne seca e com pouco que eu ganhava
Tinha paz na minha estrada
Tinha paz pra existir

Eita que esse Deus é muito bom - 3x
Cumpade eu nunca vi um Deus assim como ess não.
Eita que esse Deus é muito bom - 3x
Sai do juazeiro e vou pra Jerusalém

Vídeo incorreto?