Como, no alto, voa um pássaro livre
Voe no espírito, mas com os pés no chão
Que a liberdade não o afaste do bem
Que lhe dou

Que tenha música, a vida
Abra os braços pro amor

Deixe o amor restaurar a bondade em você
Explodir a íntima paz
Retornar ao colo e, livre, renascer

Da vaidade, a alma seja despida
Não seja, o corpo, a sua prisão
Que o cansaço não consuma sua vida
Toda em vão

Que tenha música, a vida
Abra os braços pro amor

Deixe o amor restaurar a bondade em você
Explodir a íntima paz
Retornar ao colo e, livre, renascer

Vídeo incorreto?