Não tive muita sorte
Fui criado em um lar vazio
Vazio de carinho e de Amor

Cresci e não podia ser muito diferente.
Roubei, não perdoei,
matei pessoas inocentes
Então não fiquei impune,
fui preso e condenado
Condenado a morrer, morrer crucificado

Ao meu lado, humilhado
Tanta dor eu logo morreria
Ao seu lado,
Crucificado

Levantei a cabeça, olhei em seus olhos e vi
Um filho inocente morrendo ali
E disse: Lembra-te de mim, lembra-te de mim
Pude ouvir a sua voz e então dormir

Tanta dor, mas eu pagava pelo que fiz
Mas ali pude ver alguém,
Que nada havia feito para estar

Vídeo incorreto?