Eu não sabia a razão de tantas coisas que me aconteciam
No meu passado eram demais me envolviam
Não entendia o porquê de tantas coisas que me aconteciam
Porem sabia que um dia ia mudar

Era impossível continuar vivendo
Daquele modo morrendo sem entender
Era impossível continuar descrendo
Na vida, vivendo como um qualquer


Era impossível continuar vivendo
Daquele modo morrendo sem entender
Era impossível eu não ficar sabendo
Da vida do homem de Nazaré
Do homem de Nazaré do homem de Nazaré

Vídeo incorreto?