Há dores demais neste país
Até quando iremos suportar?
Esquinas retratam o abandono
Jamais retratados em cartões postais

Quem é que não sonha em ser feliz?
Quem é que não tem sonhos há realizar?
Todo mundo tem o direito de ser
Respeitado como todo ser humano

Milhões de vidas maltratadas
Vozes que clamam por compaixão
As ruas revelam uma história
Que poucos conseguem ler
Não dá pra viver de migalhas
O ser humano necessita mais!

Não custa nada fazer o bem
Partilhar o pão com quem não tem
E agir por amor
Quem ama não se faz indiferente
Ao ver a dor de um inocente
Quem suplica atenção é meu irmão.

Milhões de vidas maltratadas
Vozes que clamam por compaixão
As ruas revelam uma história
Que poucos conseguem ler
Não dá pra viver de migalhas
O ser humano necessita mais!

Não custa nada fazer o bem
Partilhar o pão com quem não tem
E agir por amor
Quem ama não se faz indiferente
Ao ver a dor de um inocente
Quem suplica atenção é meu irmão.

Chegou a hora de nos revestirmos de fé
Amor e coragem
Pra mudar as imagens de um quadro
Que não suportamos mais ver
A bandeira do amor para ser hasteada
Precisa de mãos unidas
Pela causa que foi contemplada
Nos braços abertos do mestre de Nazaré
Que ensinou...

Não custa nada fazer o bem
Partilhar o pão com quem não tem
E agir por amor
Quem ama não se faz indiferente
Ao ver a dor de um inocente
Quem suplica atenção é meu irmão.

Vídeo incorreto?