Bem gaúchão, levantou pra camperiar
A trote largo, foi montado no alazão
Em sua lida, não tem moleza e agrado
Tem doze - braças trançado pra serventia do peão

Pelos rodeios, laço, pealo e gineteio
Vivo dos meus arreios, nesta sina me criei
Tocando gado, êra boi, êra boiada
Pelos campos ou na estrada, num basto me sinto um rei

Estende armada, freia o pingo, estica o laço
Quero ver força no braço, botando quebra no chão
Maneia taura, erguendo poeira e fumaça
Mostra gaúcho,tua raça, por que Deus lhe fez campeão

Vídeo incorreto?