Ajunto os cacos pelo chão
E entrego ao Senhor outra vez
Pedaços, minha vida que Ele já refez
E eu quebrei

Curvada, envolta em sofrer, vou
Vestida de vergonha, vou
Marcada por tropeços, vou
Entregar-me, vou
Sim, aos pés Daquele que me faz de novo
Nova outra vez pra Deus

Pecados bumerangue
Arrependo-me pra repetir
Impulsos que me vencem
Se um instante sou distante do Pai

Curvada, envolta em sofrer, vou
Vestida de vergonha, vou
Marcada por tropeços, vou
Entregar-me, vou
Sim, aos pés Daquele que me faz de novo
Nova outra vez pra Deus

Mais uma vez sou nova
E renovo a vontade de ser
Somente do Senhor
Mas se cair, retornarei a subir

Curvada, envolta em sofrer, vou
Vestida de vergonha, vou
Marcada por tropeços, vou
Entregar-me, vou
Sim, aos pés Daquele que me faz de novo
Nova outra vez

Curvada, envolta em sofrer, vou
Vestida de vergonha, vou
Marcada por tropeços, vou
Entregar-me, vou
Sim, aos pés Daquele que me faz de novo
Nova outra vez pra Deus

Vídeo incorreto?