És tão pequena aldeia
Por tantos desprezada
E hoje estás velada
A tristeza te visitou
Em um dos teus lugares
Há lágrimas e dores
Perdeste um dos teus filhos
Um grande amigo do teu Senhor
Ah, querida Betânia
Lázaro já não conta
Das tantas alegrias
Que podias ver e ouvir
Betânia, não sabias
O que fez o Messias
Deixar teu filho Lázaro partir

Betânia hás de ver
E o mundo irá saber
Ninguém que te olhar
Poderá entender
Fontes em ti não há
Nem ouro, nem altar
Ó pequena Betânia
Ninguém mais te esquecerá
Teu filho adormeceu
Mas Cristo te escolheu
Pequena de Israel
Teu Senhor te honrará
Lázaro acordará
Porque quem crê em Cristo
Ainda que esteja morto, viverá.

Vídeo incorreto?