Carta de flores


Estações sempre vêm e vão.
Mas por que elas passam tão depressa?
O vento bate contra a janela suavemente;
Eu recebo um convite para viajar para uma terra distante.
Eu vou ficar fora por algum tempo, para não chorar.
Vamos fazer uma promessa com o dedo mindinho
Nós certamente iremos encontrar novamente.
Um, duas, as pétalas de flores
Dispersas desapareceram em um país remoto.
Eu examinei uma das memórias que eu tinha que era difícil de separar.
E embora as pessoas se encontram, saem, e depois se reúnam novamente
Em algum tipo de ciclo,
Esse tempo gasto com você,
Tem sido um importante tesouro.
Eu nunca quero esquecer.
Em algum momento, você e eu mudamos para adultos.
A partir de agora, eu quero ser capaz de entender tantas coisas
Eu irei amar isto, aquilo, e tudo mais.
Por um tempo agora, Eu tive um desejo
Então estou começando a procurar a mim mesmo
Já que eu gosto de tantas coisas,
Não importa quais são as minhas aspirações
Neste meu coração, que tem apenas obediência experiente,
Eu quero sentir importância.
Eu preciso saber que eu, sou eu.
Para que eu me sinta qualquer sentimento de orgulho,
Eu vou definitivamente encontrá-lo um dia,
Um desejo inabalável.
Uma, duas, as pétalas de flores. Alteraram sua aparência.
Mas, se eu fosse a reuni-las,
Então eu poderia formar um sonho.
Mesmo neste momento,
A beleza das flores é imutável. Se eu me viro
Eu posso sentir o cheiro da fragrância carinhosa de minha terra natal.
Eu sempre estarei esperando,
Então, vamos nos reunir aqui novamente.