Pra quê mexer com crente que está cheio da unção?
Pra quê zombar de quem já matou urso e leão?
A pedra pode ser pequena para o tamanho do gigante
Mas Jeová já deu a mira e a pedrinha vai virar canhão
Pra quê lançar na cova o amado de Jeová
Se enquanto tem crente lá dentro leão tem que jejuar
É em vão mexer com quem está sobre a proteção de Deus
Quem tentar ferir ungido então ferido por Deus será

Ninguém pára ninguém cala os escolhidos do Senhor
Pode baixar a guarda abrir caminho e recuar
Se o inferno não sair da frente é por cima dele que o crente vai passar

Pode jogar pedra não vai adiantar
Mesmo apedrejado vê a gloria de Jeová
Não tem fornalha ardente pra deter o crente
Deus vai a frente e faz o fogo esfriar
Pode até lançar o crente dentro da prisão
É lá que ele vai louvar e a cadeia vai ao chão
E Ate o carcereiro vai ter que se converter
Pois o louvor subiu e Deus já começou mover
Pode ate lançar o crente no fundo da cova
Ele desce confiante sabe que é mais uma prova
Não se desespera persevera em oração
Leão pra crente ungido é bicho de estimação

Ninguém pára o crente cheio da unção (3x)
Ninguém pára não
Ninguém pára o crente cheio da unção (3x)
Ninguém pára não

Ninguém derrota ninguém derruba
Ninguém fere ninguém segura
Ninguém o pára ninguém cala
Ninguém o impede ele não se abala
Não tem fornalha nem armadilha
Não tem cilada e nem muralha
E até o inferno organizado
Se insistir vai sair frustrado
Hoje o crente cheio da unção
Ninguém pára (4x)

Vídeo incorreto?