Há momentos em que posso ouvir
Tua voz ressoar num trovão
E sentir um tremor se apossando de mim
Abalando a estrutura do meu coração
Outras vezes eu sinto um calor
Tua voz como um fogo aquece o meu ser
Ou no vento me mostras que além do que vejo
Tuas mãos sempre estão a mover

Mas é com a doçura do Teu falar
Que minha alma, Senhor, Tu fazes calar
Quando o medo me assusta e sozinho me sinto
Tua brisa suave Tu fazes soprar

E essa voz tão mansa e doce
Me encoraja a prosseguir
Pois eu tenho um chamado
E não vou desistir
Longa é minha jornada
A caverna não é o meu lugar

Vídeo incorreto?