O homem que desmata as matas
Bebe sangue verde, mãe
Natureza morta
Caindo aos teus pés
Quem desmata a mata morre
É só uma questão de tempo
E o tempo é lembrança
Esquecida ao vento
Planta a semente
Criança verde quer nascer
Enraíza essa terra
Segura teu chão
Que a milênios
É mais teu
Do que meu

Vídeo incorreto?